A trajetória da ampliação e modernização do Hospital de Olhos Lions

A trajetória da ampliação e modernização do Hospital de Olhos Lions
Compartilhe

Entrega do novo Bloco Cirúrgico coroa projeto de expansão iniciado em 2016

“Você não pode ir muito longe até que faça algo por seus semelhantes”. A frase proferida pelo fundador do Lions Clube Internacional, Melvin Jones, traduz a essência da criação do Hospital de Olhos Lions PDG Dyógenes A. Martins Pinto, em 1995. Contudo, o trabalho dos Leões do Distrito Lions L D-7 não terminou após a inauguração do prédio, ainda em 1997. A vontade de expandir o sonho de um hospital oftalmológico com foco no combate à cegueira sempre foi maior, e em maio de 2016, as articulações para a ampliação das instalações começaram a ganhar corpo.

De acordo com o ex-presidente do Hospital de Olhos Lions, CL Adelar Lucietto, na época, os desafios eram inúmeros, a começar pelos recursos necessários para viabilizar o projeto. Entretanto, a missão de combater a cegueira por meio da prevenção e recuperação da visão foi o combustível necessário para que o desafio de executar as obras de ampliação fosse aceito.

“O apoio dos companheiros do Distrito L D-7 na convenção realizada em 2015, em Lagoa Vermelha, foi fundamental. Na ocasião, fomos autorizados a encaminhar projeto ao Lions Internacional para obtenção de subsídio no valor de US$ 100 mil. Esse foi o pontapé inicial para que déssemos início a todo esse processo. Buscamos a aprovação dos órgãos competentes e, em maio de 2016, tivemos a liberação dos recursos do LCIF para iniciarmos efetivamente a obra, mais especificamente a área de lavanderia”, contou Lucietto.

Ainda em 2014, a Diretoria do Hospital de Olhos Lions, juntamente com Conselheiros, diagnosticaram a carência de espaço físico diante de uma demanda crescente pelos serviços oftalmológicos. Desde o início das atividades ambulatoriais, em 1999, a Instituição já se aproxima dos 2 milhões de atendimentos realizados.

A primeira etapa do ousado projeto de ampliação e modernização da infraestrutura foi inaugurado em 07 de dezembro de 2017, e contemplou uma área de 622 m² no subsolo do Hospital, local onde atualmente funciona a lavanderia, espaços administrativos, cozinha e área de integração dos colaboradores.

O sonho continuou

Após a conclusão da primeira etapa da ampliação, um novo desafio passou a fazer parte do dia a dia do Hospital de Olhos Lions: a busca pelos recursos para a construção do novo Bloco Cirúrgico. A notícia que todos aguardavam chegou quase dois anos depois, em julho de 2019, quando a Instituição foi contemplada com mais US$ 100 mil por meio de um projeto aprovado pela Fundação Lions Clube Internacional (LCIF).

Os recursos foram decisivos para a conclusão do espaço de 622m² de área em que funcionarão 4 salas cirúrgicas, dobrando a atual capacidade de realização de procedimentos na instituição.

Na época, a presidente da entidade, Janesca Maria Martins Pinto, comemorou a chegada dos recursos e destacou que o fato representa um marco na história do Hospital.

“Esta obra do Lions é a prova de que servimos a comunidade regional nos tornando referência em saúde da visão. Tudo começou lá em 1995, quando os leões do Distrito lançaram a pedra fundamental desta grande instituição. Cumprimos o dever de dar continuidade a este trabalho e agora estamos as vésperas de dobrar nossa capacidade de atendimento”, celebrou.

No contexto da liberação dos recursos, a presidente Janesca reforçou que, com a conclusão das obras, o Hospital de Olhos Lions passará de 250 cirurgias mensais para 500 procedimentos, estando assim apto a absorver a crescente demanda regional por atendimentos oftalmológicos.

Um novo Hospital de Olhos Lions

Na prática, a finalização da ampliação inaugurada nesta sexta-feira (18) vai tornar possível passar dos 1.640m² de área construída para 3.807m². O administrador do Hospital, Ivan Freitas, explicou que, além dos U$$ 100 mil encaminhados pelo LCIF, outros US$ 53 mil destinados pelo Distrito L D-7 também foram aplicados para a modernização da infraestrutura. Ainda, o Hospital de Olhos Lions investiu mais US$ 53 mil de recursos próprios. No total, foram investidos R$ 926 mil para entregar toda a estrutura apta para ser utilizada.

Para oportunizar a operação de toda a nova infraestrutura, o Hospital de Olhos Lions ainda investiu cerca de R$ 450 mil para equipar a central de ar e outros R$ 340 mil para a instalação para central de gases. O investimento final da obra do novo Bloco Cirúrgico demandou R$ 1,7 milhão.

“Temos aqui um dos centros oftalmológicos mais modernos e completos do interior do Rio Grande do Sul. De fato, esta é a maior obra leonística do Distrito Lions L D-7 e está inteiramente disponível para a comunidade. Estamos muito felizes de tornar esta instituição um instrumento do servir perante a filosofia do Lions em combater a cegueira e promover a saúde da visão”, destacou Ivan

O que contempla o novo Bloco Cirúrgico

– 622 m² de área construída

– quatro novas salas cirúrgicas

– sala de recuperação dos pacientes

– vestiários para o corpo clínico

– vestiários para os colaboradores

– vestiário masculino e feminino para os pacientes

– sala de repouso dos médicos oftalmologistas

http://dz-deco.net/teen-amateur/cruise-ship-missing-girl-sex-trafficker-my-first-threesome-with-my-bff/

Encontrar Especialista